quarta-feira, 14 de março de 2018

7 habilidades que você vai dominar mesmo só depois dos 50 anos

1 – Seu raciocínio aritmético

nazareth
Já pode usar como desculpa para justificar aquela nota ruim o fato de que uma pesquisa feita em 2015, envolvendo 49 mil pessoas, revelou que os que entendiam mais de matemática tinham 50 anos de idade ou mais. Em termos de reconhecimento de padrões e de memória, os mais jovens se saem melhor mesmo, mas quando o assunto é desempenho aritmético, os mais velhos saem ganhando.

2 – Sua compreensão sobre as emoções alheias

simpsons bart vovô

É tão importante tentar entender as emoções dos outros! Felizmente, de acordo com o mesmo estudo que avaliou as habilidades matemáticas, essa é uma coisa que vamos aprendendo com o passar do tempo. Para concluir que os cinquentões são melhores do que os novinhos nesse campo, os pesquisadores pediram para que 10 mil pessoas analisassem uma série de fotos – os que tinham mais de 50 anos conseguiam reconhecer melhor as emoções expressadas nos rostos das pessoas das imagens.

3 – Sabedoria, de um modo geral

grey's
Adolescentes passam por uma fase curiosa de descoberta de mundo e muitas vezes acabam ficando cheios de certezas e acreditam que já sabem de tudo. Depois, quando chegam à vida adulta, percebem que não sabem de muita coisa e começam a aprender a vida de uma forma diferente.
É por isso que depois dos 50 anos as pessoas já têm mais maleabilidade e mais sabedoria. Conseguem agir melhor em meio a situações de conflito, sabem ver as coisas por pontos de vistas diferentes e, claro, são ótimas conselheiras. Bendita maturidade!

4 – Satisfação com a vida

velhos dançando
Em termos de estar satisfeito com a própria vida, temos dois picos: um aos 23 anos e outro depois dos 50 anos. Uma pesquisa alemã feita sobre o tema avaliou 23 mil pessoas com idades entre 17 e 85 anos e concluiu que essas duas fases são realmente aquelas nas quais as pessoas se dizem mais satisfeitas com a própria vida.

5 – O vocabulário também melhora

ninja
Eis outra característica que também deve ter relação com as experiências que temos em vida. A verdade é que pessoas mais jovens são mais rápidas na hora de detectar conceitos abstratos e relacionamentos entre palavras, mas os mais velhos são melhores em termos de vocabulário mesmo.

6 – Aceitação de imagem corporal

vovô dançando na rua
Uma pesquisa revelou que dois terços das pessoas com mais de 65 anos se dizem satisfeitas com a imagem que vêm no espelho. No caso dos homens, a melhor fase de autopercepção surgiu na casa dos 80 anos, com 75% deles dizendo que sempre se sentem bem em relação à própria aparência física. No caso das mulheres, esse índice ficou em 70% quando elas têm 74 anos. Não há nem o que questionar aqui, não é mesmo: pessoas jovens parecem realmente sempre insatisfeitas com a própria aparência. Que pena!

7 – Bem-estar psicológico

grace and frankie
Em 2010, um estudo pediu para que uma série de pessoas criassem uma escala de até 10 pontos de bem-estar psicológico para as fases de suas vidas. Os resultados mostraram que indivíduos com idades entre 82 e 85 nos marcaram o índice atual mais alto de bem-estar mental: 7 pontos! Que notícia boa, hein!
Fonte 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Back To Top